.

domingo, 31 de outubro de 2010

O NEW PT, O TRIUNFO DA PELEGADA





Durante entrevista ao "Programa do Jô" da Rede Globo, o ator Carlos Vereza se mostrou indignado com o que considera a "esquerda estérica" que assumiu o poder. Afirmou que o ex-prefeito José Serra integra a "verdadeira esquerda, aquela que não é a viúva do Muro de Berlim", enquanto Lula é "uma invenção da USP, da UNICAMP, e das comunidades eclesiásticas de base com o aval do falecido Golbery de Couto e Silva", General de grande influência política durante o Regime Militar, e que foi chefe do gabinete civíl durante o governo de Ernesto Geisel. Ressaltou ainda que se antes Lula era considerado "um grande líder metalúrgico", hoje "transformou-se na glamurização do apedeuta, da ignorância". [souremix - 7 de fevereiro de 2010]

Comentário sobre a notícia em 29 de outubro de 2010:

"O filho político do general Golbery do Couto e Silva e da Igreja Católica, atual presidente do Brasil, Lula da Silva, é o poderoso cabo eleitoral da sua candidata Dilma. Estão nessa jornada com ele, os seus padrinhos preferidos, que são os boêmios intelectuais frequentadores dos elegantes bares brasileiros e a rica pelegada sindical. Todos eles portando cartões de crédito dos grandes bancos. No tempo das vacas magras os petistas eram inimigos mortais dos banqueiros. Por ocasião do primeiro mandato do Lula, ele passou tres anos fazendo tudo o que o Fernando Henrique fazia. A parte lúcida da sociedade brasileira, fosse pobre ou rica, dizia que o governo Lula era uma cópia piorada do governo anterior. Lula se aproximou dos banqueiros nacionais e internacionais, que colocaram o Meirelles no Banco Central do Brasil, para que o mesmo mantivesse o presidente sob controle. Os petistas que aderiram ao "New PT", foram agraciados com altos cargos no Ministério do Trabalho e em toda a base sindical do Brasil. Os petistas que ainda tentavam conservar aquela antiga pureza de não aceitar acordo com a picaretagem nacional, foram abandonando o partido. E era exatamente isso que o Lula queria. Esta foi a etapa principal para a consolidação do governo Lula. O Partido dos Trabalhadores entrava firme e forte na picaretagem política, sem os antigos ideais, mas com novíssimas idéias. Será que é isto mesmo que o brasileiro deseja?"

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no JORNAL DO BRASIL em 29 outubro 2010

Uma aula de história - Lucia Hippólito

O futuro do PT

O PT nasceu de cesariana, há 29 anos. O pai foi o movimento sindical, e a mãe, a Igreja Católica, através das Comunidades Eclesiais de Base.
Os orgulhosos padrinhos foram, primeiro, o general Golbery do Couto e Silva, que viu dar certo seu projeto de dividir a oposição brasileira.

Da árvore frondosa do MDB nasceram o PMDB, o PDT, o PTB e o PT... Foi um dos únicos projetos bem-sucedidos do desastrado estrategista que foi o general Golbery.

Outros orgulhosos padrinhos foram os intelectuais, basicamente paulistas e cariocas, felizes de poder participar do crescimento e um partido puro, nascido na mais nobre das classes sociais, segundo eles: o proletariado.

O PT cresceu como criança mimada, manhosa, voluntariosa e birrenta. Não gostava do capitalismo, preferia o socialismo. Era revolucionário. Dizia que não queria chegar ao poder, mas denunciar os erros das elites brasileiras.

O PT lançava e elegia candidatos, mas não "dançava conforme a música". Não fazia acordos, não participava de coalizões, não gostava de alianças. Era uma gente pura, ética, que não se misturava com picaretas.

O PT entrou na juventude como muitos outros jovens: mimado, chato e brigando com o mundo adulto.

Mas nos estados, o partido começava a ganhar prefeituras e governos, fruto de alianças, conversas e conchavos. E assim os petistas passaram a se relacionar com empresários, empreiteiros, banqueiros.

Tudo muito chique, conforme o figurino.

E em 2002 o PT ingressou finalmente na maioridade. Ganhou a presidência da República. Para isso, teve que se livrar de antigos companheiros, amizades problemáticas. Teve que abrir mão de convicções, amigos de fé, irmãos camaradas.

A primeira desilusão se deu entre intelectuais. Gente da mais alta estirpe, como Francisco de Oliveira, Leandro Konder e Carlos Nelson Coutinho se afastou do partido, seguida de um
grupo liderado por Plinio de Arruda Sampaio Junior.

Em seguida, foi a vez da esquerda. A expulsão de Heloisa Helena em 2004 levou junto Luciana Genro e Chico Alencar, entre outros, que fundaram o PSOL.

Os militantes ligados a Igreja Católica também começaram a se afastar, primeiro aqueles ligados ao deputado Chico Alencar, em seguida, Frei Betto.

E agora, bem mais recentemente, o senador Flávio Arns, de fortíssimas ligações familiares com a Igreja Católica.

Os ambientalistas, por sua vez, começam a se retirar a partir do desligamento da senadora Marina Silva do partido.

Afinal, quem do grupo fundador ficará no PT? Os sindicalistas.

Por isso é que se diz que o PT está cada vez mais parecido com o velho PTB de antes de 64.

Controlado pelos pelegos, todos aboletados nos ministérios, nas diretorias e nos conselhos das estatais, sempre nas proximidades do presidente da República.

Recebendo polpudos salários, mantendo relações delicadas com o empresariado. Cavando benefícios para os seus.
Aliando-se ao coronelismo mais arcaico, o novo PT não vai desaparecer, porque está fortemente enraizado na administração pública dos estados e municípios. Além do governo federal, naturalmente.
É o triunfo da pelegada.

Lucia Hippolito

CAMPANHA ELEITORAL?


1 de maio de 1979 - O general Golbery, o pai político de Lula, ao lado do ditador, Ernesto Geisel, em Brasiila, e o filhote da ditadura, Lula, em São Bernardo do Campo.

Comentário sobre a notícia em 23 de outubro de 2010:

"Tempos atrás o Lula disse que não gosta de ler. Jornal então nem se fala. Não se sabe se ele é alérgico a tinta das letras ou se é por causa do conteúdo das matérias. É meio estranho um presidente da República fazer uma declaração destas, tendo em vista que a maioria dos jovens procura sempre pautar a sua conduta por aitudes tomadas pelos pais, pelos professores ou por pessoas que exerçam cargos que exijam uma conduta pública e pessoal exemplar. Desde o início da campanha eleitoral, Lula assumiu o papel de cabo eleitoral da Dilma. Ele usa sem rodeios o palavreado que aprendeu por ocasião dos discursos proferidos nos sindicatos onde se criou. Dizem que o homem que gerenciava a ditadura militar, o general Golbery do Couto, deixou o Lula se criar no meio sindical, para que ele mais tarde enfrentasse o grande inimigo dos militares, Leonel Brizola. Asim sendo, Lula se esbaldou e conseguiu ficar famoso. O Brizola chamava Lula de "filhote da ditadura". Ontem o Lula voltou a falar grosso e alto em mais um comicio eleitoral da sua candidata. Ele comparou o Serra ao goleiro chileno Rojas que certa vez montou uma farsa em pleno Maracanã, fingindo ter sido atingido por um rojão. Com a baixaria que está acontecendo nesta suposta campanha "eleitoral", na última semana deveremos ser brindados com outros lances de lamentável esculhambação democratica. Com certeza o Lula deverá usar com mais potência o seu grito de guerra."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO em 24 outubro 2010

OS CANDIDATOS E O DEBATE



Comentário sobre a notícia em 22 de outubro de 2010:

"Assistir um debate entre a Dilma e o Serra, é uma sessão de tortura. Os dois candidatos falam, falam e não dizem nada que o eleitor já não tenha ouvido. Dilma já adquiriu o jeito do Lula, o modo de falar do Lula, o linguajar do Lula, enfim, em matéria de interpretar o personagem a que se propôs, acho que está indo bem. Serra não imita ninguém. Para o PSDB, imitar Fernando Henrique não é um bom negócio. Se pensarmos bem, talvez seja o único que tenha alguma coisa para ser imitado. Pobre oposição que tem medo de lembrar e falar do ex-presidente. Ou são medrosos, ou estão sigilosamente agregados na base governista. Dilma é uma candidata que tem medo de ser ela mesma. Serra é um candidato que tem muita coisa a dizer, mas quando diz, não empolga o eleitor, e mais parece um boneco sem graça. Se fosse o Lula falando das obras realizadas pelo Serra quando o mesmo foi prefeito, governador e ministro, e sobre a sua atuação nos diferentes mandatos legislativos que exerceu, as pesquisas dariam para o Serra 80% da intenção de votos contra a Dilma. Que pena o Serra não ter a fanfarronice do Lula, o palavreado do Lula, a rouquidão do Lula, a gesticulação do Lula, os berros do Lula."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

O GLOBO - 21/10/2010
Um debate frustrante
Agencia o Globo/Carlos Lessa
Fui professor e convivi com Serra e Dilma. Sei que ambos são bons economistas e têm agilidade intelectual. Assisti atentamente ao debate dos candidatos na TV Bandeirantes e na Rede TV!, e quero manifestar surpresas incômodas. [...]

[LEIA MAIS...]


Publicado na GAZETA DO POVO,Pr, em 24 de outubro de 2010


Publicado no JORNAL DO BRASIL em 22 outubro 2010

A PESQUISA VOX POPULI


Sérgio Guerra, presidente do PSBD reuniu a imprensa, na manhã desta terça-feira (19), para criticar o Instituto Vox Populi. Em entrevista, o candidato à Presidência, José Serra, também reclamou da publicação e ainda criticou as medidas do governo para conter a desvalorização do dólar. [camfwayne2 - 20 de outubro de 2010]

Comentário sobre a notícia em 20 DE OUTUBRO DE 2010:

"Meu avô sempre repetia o dito popular: "se você quer ser amado, seja amável". Mas ele completava: "nunca leve ofensa para casa. Deixe-a sempre com quem te ofende". O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, classificou o instituto Vox Populi de "cabo eleitoral" da Dilma, e disse que a úlitma pesquisa feita pelo mesmo foi uma safadeza. Acho que chegou a hora do Serra adotar o palavreado do Lula. Afinal de contas, com o linguajar que ele as vezes usa, já chegou a 80% de popularidade. Podemos deduzir que fora algumas coisa boas feitas pelo Lula, como ter continuado com a politica do Fernando Henrique durante a maior parte do primeiro mandato, o pessoal que deu essa popularidade ao Lula, adora um barraco. Serra deveria acompanhar as críticas abertas do Sergio Guerra, e disparar a metralhadora em cima do Vox Populi e do presidente do instituto, Marcos Coimbra. Esse Marcos Coimbra é da mesma linha do candidato a vice da Dilma, Michel Temer (PMDB), que após ser chamado de "chefe de um ajuntamento de assaltantes" pelo atual membro da campanha da Dilma, Ciro Gomes, disse que o mesmo estava passando por um momento dificil na vida. Marcos Coimbra tambem disse que compreende a atitude do Sergio Guerra. Aqui no Brasil, para se chegar ao poder, alguns levam qualquer tipo de desaforo para casa. Acho que chegou a hora do Serra começar a gritar. Seria bom ele aproveitar a ocasião e dizer em alto e bom som na televisão que a pesquisa do Vox Populi é uma grande falta de vergonha e uma safadeza contra a democracia."

NOTA: DIAS DEPOIS CONSTATOU-SE QUE A PESQUISA ESTAVA CERTA

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

ESTADO DE SÃO PAULO - 20 de outubro de 2010
'Vox trabalha para o PT', diz Sérgio Guerra
O presidente do PSDB e coordenador da campanha de José Serra, senador Sérgio Guerra (PE), acusou ontem o instituto Vox Populi de ser "sem vergonha" e de fazer "safadeza" com as pesquisas de intenção de voto sobre a eleição presidencial deste ano.[...]

[LEIA MAIS...]

VEJA - BLOG DO REINALDO AZEVEDO - 19OUT2010
Sérgio Guerra acusa Vox Populi de fazer “pesquisa sem-vergonha”

[LEIA MAIS...]


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO em 21 outubro 2010

OS AMBIENTALISTAS



Comentário sobre a notícia em 17 de outubro de 2010:

"O discurso verde que passou em branco na campanha eleitoral de Dilma e Serra, no primeiro turno, recebeu um cheque em branco na campanha do segundo turno. Praticamente nenhum candidato falou seriamente, no primeiro turno, nos problemas reais do nosso meio ambiente. Neste segundo turmo os candidatos estão falando que são ambientalistas de carteirinha. Segundo decisão partidária neste final de semana, nenhum dos candidatos receberá o apoio oficial do Partido Verde, nem da Marina Silva. Pelo menos, é o que dizem. E não existe nada de estranho neste fato, pois estão apenas tirando o seu da reta. A grande verdade é que, tanto Dilma quanto Serra, recebem apoio financeiro e eleitoral dos grandes empresários do agro-negócio, antigamente chamados de "fazendeiros". Esta é a grande verdade de toda esta história. Por outro lado, a balança comercial do Brasil depende do desmatamento avassalador da Amazônia, porque de tres em tres anos, as terras plantadas de soja tem que ser deixadas para trás, dando lugar as novas terras desmatadas que ainda não foram cultivadas. A soja plantada desta maneira é tres vezes mais lucrativa que qualquer outra soja plantada pelo mundo afora. O lucro deste desmatamento irracional é muito grande. Entretanto, para estes criminosos, vale a pena esquecer que esta devastação ambiental está pondo em risco toda a sociedade brasileira. E esta soja nem é mesmo para alimentar o brasileiro. É para encher a barriga e o bolso do pessoal lá de fora. Aqui dentro este crime patrocina o sucesso da nossa balança comercial e a campanha eleitoral dos candidatos."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO em 19 outubro 2010


Publicado no IMPRENSA LIVRE, Litoral SP, em 19 outubro 2010

VERBAS PÚBLICAS SOMEM


Meditando sobre onde foi parar o dinheiro do programa Brasil Alfabetizado

Comentário sobre a notícia em 12 de outubro de 2010:

"Consumiram a vontade o dinheiro do programa Brasil Alfabetizado e não alfabetizaram praticamente ninguém desde 2003, segundo a Pnad, do IBGE. Movimentaram verbas destinadas a melhoria da Saúde Pública mas nada fizeram de real. Grande parte das despesas com obras e aparelhos hospitalares de todos os tipos aparecem como despesas muito bem contablizadas, mas que na realidade nunca existiram. Na Educação Pública acontece a mesma coisa. As verbas são contabilizadas na compra de coisas que nunca chegaram nas escolas. Todo mundo conhece o golpe do asfalto. Mais da metade das ruas que estão citadas como asfaltadas nas secretarias de obras espalhadas por todo o Brasil, não passa de mais um golpe de mestre nos cofres públicos, pois na realidade continuam sendo ruas esburacadas e enlameadas. Saneamento Básico a mesma coisa. As verbas somente asfaltaram e canalizaram as contas bancárias dos funcionários e políticos que levam a vida raspando o dinheiro dos cofres públicos. Este dinheiro que está ali nos cofres públicos nada mais é do que os mais de quarenta por cento que pagamos de impostos e são roubados com a mesma facilidade com que andam roubando caixas eletrônicos. Ontem, um policia correu alucinadamente numa estrada, na contramão, por mais de quatro quilometros, e só foi alcançado quando bateu num outro carro. A Policia Rodoviaria o prendeu e levou para a delegacia. O infrator se negou a fazer o teste do bafômetro, e minutos depois foi solto. Isto aqui é a Casa da Mãe da Joana."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

O GLOBO - 11/10/2010
MEC GASTA R$ 2 BILHÕES E NÃO ALFABETIZA
Brasil Alfabetizado gasta, mas não alfabetiza
Demétrio Weber
Em seu oitavo ano, o programa Brasil Alfabetizado já gastou R$ 2 bilhões, mas teve impacto pequeno na redução do analfabetismo. O índice de iletrados, na faixa de 15 anos ou mais, só caiu de 11,6%, em 2003, para 9,7%, em 2009. Criado há oito anos, programa do governo Lula já custou R$ 2 bilhões, mas índice de iletrados caiu menos de 2%. [...]

[LEIA MAIS...]


Publicado no DIÁRIO DE SÃO PAULO - Verbas públicas somem - em 19 de outubro de 2010

CIRO GOMES


Veja a entrevista de Ciro Gomes no SBT Brasil. Ele declara que Lula perdeu a humildade e que José Serra é mais preparado para governar o Brasil. [comitedoserra | 23 de abril de 2010]

Comentário sobre a notícia em

"Não faz muito tempo que Ciro Gomes declarou em alto e bom som que "o PMDB é um ajuntamento de assaltantes". E completou dizendo que o chefe deste ajuntamento era o presidente da Câmara e do PMDB, Michel Temer (SP), atual companheiro de chapa de Dilma Rousseff. O sujeito que mora fora do Brasil e vê uma noticia desta, pensaria logo na grande confusão política e social que a denúncia causou. Imaginaria protestos nas ruas, apedrejamentos, passeatas, greves, luta entre os membros do PMDB e os partidários de outras facções políticas. Mas o Brasil é um país diferente. Nada disto aconteceu. O único que abriu a boca para falar alguma coisa foi o suposto chefe da quadrilha, Michel Temer, que declarou: "temos de compreender o estado emocional dele. Temos de ser condescendentes." Quando a gente pensa que já ouviu as coisas mais absurdas sairem da boca dos nossos políticos, o presidente da Câmara dos Deputados, que foi denunciado como sendo chefe de uma quadrilha de assaltantes, diz que tem de ser condesdendente com o acusador. E não falou mais nada naquela época. Só agora voltou a falar sobre o assunto, quando o Lula indicou o Ciro Gomes (PSB-CE) para ser um dos quatro coordenadores da campanha de Dilma Rousseff. E o que falou o vice-presidente da Dilma, Michel Temer? Disse que Ciro Gomes passou de uma posição crítica para um discurso mais conciliador. Isto já não é mais saber fazer política. Isto é uma total falta de vergonha."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

O NOVO ELEITOR BRASILEIRO


No programa de Ana Maria Braga na TV Globo, essa manhã (27/04/2006), a atriz Christiane Torloni fez um duro e espontâneo desabafo sobre as mazelas do Brasil, a corrupção e o clima de impunidade em que vivemos. Falou mal dos políticos, das CPIs, da cobrança de impostos, da apatia do povo e sugeriu às pessoas que se mobilizem para evitar a reeleição. [StudioZ | 27 de abril de 2006]

Comentário sobre a notícia em 05 de outubro de 2010:

"Para não dizer que todo eleitor é igual aos que deram 1 milhão e 300 mil votos ao palhaço Tiririca, a maioria procurou votar da melhor maneira possivel. Muitos eleitores resolveram não votar mais em certas figurinhas marcadas da nossa politica. Esses "barrados no baile" devem ter sido incompetentes, ou na oposição, ou na base governista. Estes são os principais politicos que foram barrados pelo novo eleitor brasileiro nesta eleição de 2010: Aloizio Mercadante (PT-SP), Arthur Virgílio (PSDB-AM), César Borges (PR-BA) , César Maia (DEM-RJ), Edmar Moreira (PR - MG), Fernando Collor (PTB-AL), Fernando Gabeira (PV-RJ), Fernando Pimentel (PT-MG), Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), Gustavo Fruet (PSDB-PR), Heráclito Fortes (DEM-PI), Heloisa Helena (PSOL-AL), João Almeida (PSDB-BA), José Carlos Aleluia (DEM-BA), José Genoino (PT-SP), Ideli Salvatti (PT-SC), Luciana Genro (PSOL-RS), Marco Maciel (DEM-PE), Romeu Tuma (PTB-SP) e Tasso Jereissatti (PSDB-CE). Nem todo eleitor tem tiririca na cabeça."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no JORNAL DO BRASIL em 05 outubro 2010

sábado, 30 de outubro de 2010

ENFIM, A FOTOGRAFIA



Comentário sobre a notícia em 02 de outubro de 2010:

"O STF chegou a conclusão que o Titulo de Eleitor não serve para nada se apresentado sem um documento com fotografia para provar que os dois documentos pertencem a mesma pessoa. É que somente agora descobriram que a falta de uma fotografia no Título Eleitoral propiciava que o mesmo fosse usado por outra pessoa. Podemos concluir que os inventores do Título Eleitoral eram, no mínimo, incompetentes. E o pior é que durante décadas em que ele foi aceito como documento único para votar, ninguém no Brasil descobriu a falta que uma fotografia fazia no mesmo. Parece inacreditável, mas é verdade. Diante desta descoberta, imaginem quantos políticos foram eleitos irregularmente por causa da falta de uma fotografia no Título Eleitoral? Acho que todas as eleições anteriores a esta de 2010 estão sob suspeita."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

Título de eleitor, segundo a wikipedia
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.Ir para: navegação, pesquisa
Título de eleitor é o documento que comprova que um determinado cidadão está inscrito na Justiça Eleitoral do Brasil e se encontra apto a exercer tanto o eleitorado ativo (votar num candidato), quanto o eleitorado passivo (ser votado como candidato) em eleições municipais, estaduais e federais. É também condição fundamental para sua obtenção que o eleitor possua a nacionalidade brasileira.[...]

[LEIA MAIS...]


Publicado na FOLHA DE SÃO PAULO em 02 outubro 2010


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO em 03 OUTUBRO 2010


Publicado no O DIA em 02 outubro 2010

ELEIÇÃO DE 2010


E eles foram eleitos, tanto a Marta, quanto o Tirrica ! A senadora Marta Suplicy foi descansar da maratona das eleições em Itacaré na Bahia. Além do descanso foi também comemorar a vitória das urnas na paradisíaca praia. Ela estava na companhia do namorado, o presidente do Jockey Club de São Paulo, Màrcio Toledo. Os dois foram vistos no Txai Resort, na Praia de Itacarezinho. [Fonte e fotos: http://www.tribunadosisal.com/] Enquanto a Marta relaxa e goza, o deputado mais votado do Brasil, se enfurnou dentro de casa par aprender a ler e escrever, a fim de provar perante uma banca do Tribunal Eleitoral que ele não é analfabeto.

Comentário sobre a notícia, antes e depois das eleições:

"Depois de assistir alguns programas da propaganda eleitoral e um debate entre os candidatos a presidente, fiquei pensando como o ser humano pode encenar papeis tão ridículos. A propaganda eleitoral é um verdadeiro desavir dos desavergonhados. Mesmo os candidatos sendo profissionais da enrolação, em nenhum momento conseguem passar qualquer sensação de sinceridade ao eleitor. Num país onde a mentira e a impunidade fazem parte do cotidiano da vida pública, a falta de vergonha torna-se algo normal. É triste, mas uma grande parte do povo não sente mais nenhuma indignação com os desavergonhados. Só mesmo num país onde o ilícito é uma rotina, é que podemos ouvir calmamente tanta mentira. A candidata ao senado em São Paulo, Marta Suplicy (PT), que certa vez aconselhou o povo a "relaxar e gozar" nas filas dos aeroportos, também fez outra declaração que nunca foi novidade para ninguém : "Política é uma coisa muito suja." Todo mundo já sabe disso há muito tempo, Dona Marta. Todos sabemos que vocês não prestam. Por ser também uma grande palhaçada, a campanha eleitoral em São Paulo acolheu o conhecido palhaço Tiririca, que deverá ser o candidato a deputado Federal mais votado do estado. "Vote no Tiririca, porque pior que tá, não fica", é o slogan do candidato. O eleitor deve se revoltar contra os políticos, e não contra a democracia. Para não cairmos na tentação de crucificar o sistema democrático do voto, devemos ter sempre na memória a frase de Rui Barbosa: "A pior das democracias ainda é preferivel a melhor das ditaduras." Assim sendo, nesta eleição de 2010, vamos votar no candidato menos ruim."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no IMPRENSA LIVRE, São Sebastião, SP, em 30 de setembro de 2010


Publicado no JORNAL DO BRASIL em 20 setembro 2010

A VERDADE SOBRE O STF


Está aí que você queria: a verdade sobre o SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL !

Comentário sobre a notícia em

"Como cidadão cônscio dos meus deveres perante a nação, sou obrigado a acreditar que todos os ministros do STF são pessoas integras e de caráter ilibado. É necessário que eu acredite na justiça. Entretanto, diante do resultado de alguns julgamentos, e deste empate inacreditável no julgamento dos FICHAS LIMPAS X FICHAS SUJAS, sou levado a deixar de lado as lindas idéias que tenho sobre o que deveria ser o STF, e encarar a realidade que domina aquele orgão: o Supremo é uma instituição política, que pratica o bipartidarismo, onde uns são a favor do governo, e outros são contra. Mas é algo sui generis, pois em certas ocasiões, os que são a favor do governo podem passar para a oposição, e vice-versa, de acordo com os interesses do momento. Os ministros do Supremo são indicados pelo presidente da República, que é aconselhado por alguns juristas que frequentam as rodas palacianas. O chefe da nação recebe toda a sorte de pressão e aliciamento para nomear fulano, sicrano ou beltrano. A Justiça da República vive equilibrada na aresta vertiginosa de um fantástico toma-lá-da-cá."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no JORNAL DA CIDADE, Bauru, em 29 de setembro de 2010


Publicado no O DIA, em 28 de setembro de 2010

EMPATE NO JULGAMENTO DOS FICHAS LIMPAS E FICHAS SUJAS


Supremo Tribunal Federal empurra com a barriga e adia decisão dos Fichas Sujas

Comentário sobre a notícia em

"No dia 13 de maio de 2010, o Supremo Tribunal Federal, pela primeira vez, desde a promulgação da Constituição de 1988, condenou uma autoridade, o deputado federal Zé Gerardo (PMDB-CE), e o enquadradou na prática de crime de responsabilidade, punindo-o com a inelegibilidade por cinco anos, além de pagamento de multa de R$25,5 mil (50 salários mínimos), e mais uma hora diária de serviços à comunidade, a serem definidos por um juiz de primeira instância, por dois anos e dois meses. Não é possível recorrer da decisão. O deputado Zé Gerardo foi a primeira autoridade corrupta da República condenada pela suprema corte de justiça. Há 22 anos a imprensa brasileira denuncia diáriamente, com provas irrefutáveis, roubalheiras de todos os tipos efetuadas por membros do primeiro escalão do executivo e políticos eleitos pelo voto popular. Polícia e Ministério Público se esmeram na elaboração dos processos. Os políticos, ao serem eleitos, conquistam a imunidade parlamentar, e o direito de serem julgados em foro especial. O mesmo acontece com os ministros do executivo. Por razões ainda não esclarecidas, há 22 anos os acusados de roubalheiras nunca foram condenados pelo Supremo Tribunal Federal. A aparente legalização da impunidade passa a impressão de que acabou a roubalheira no Brasil. Puro engano. Todos os ladrões continuam livres, sendo reeleitos, ocupando altos cargos no governo, gastando a vontade o dinheiro roubado . Pegaram o deputado federal Zé Gerardo para Cristo. E ainda tem gente que fica surpresa, e não consegue entender a razão do empate ocorrido no julgamento dos FICHAS LIMPAS e FICHAS SUJAS, que aconteceu no Supremo Tribunal Federal."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

ESTADO DE SÃO PAULO - 8 de setembro de 2010
O STF e a lei da Ficha Limpa
A divisão do Supremo Tribunal Federal, no julgamento sobre a possibilidade de aplicação da Lei da Ficha Limpa no caso da candidatura de Joaquim Roriz ao governo do Distrito Federal, é mais uma amostra das dificuldades que o País enfrenta para moralizar a vida pública. Como 228 candidatos de 25 partidos tiveram o registro impugnado pela Justiça Eleitoral, no início da sessão da última quinta-feira os ministros resolveram que a decisão a ser dada ao recurso de Roriz valeria para todos os casos.

[LEIA MAIS...]

STF - 13/05/2010 - 19:42
STF condena deputado federal Zé Gerardo (PMDB/CE) por crime de responsabilidade
Esta é a primeira autoridade condenada do STF desde a Constituição Arquivo Deputado Zé Gerardo é a primeira autoridade condenada pelo STF.
Por 7 votos a 3, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) condenou o deputado federal Zé Gerardo (PMDB/CE) pela prática de crime de responsabilidade.

[LEIA MAIS...]


Publicado no JORNAL DO COMÉRCIO, PE, em 29 de setembro de 2010

NEYMAR É O CARA, OU A CARA DO BRASIL?


Neymar, o cara que é a cara do Brasil com o outro cara, o Ganso

Comentário sobre a notícia em 23 de setembro de 2010:

"Dunga não convocou Neymar para a seleção. Foi muito criticado. Renê Simões, um tecnico especialista em comportamento de jovens jogadores nas seleções de base do Brasil, deu um alerta público sobre a conduta do jogador do Santos, dizendo que alguém deveria orientar o Neymar. Aos 18 anos ele fez um acerto milionário com o Santos e contratos fantásticos com uma empresa de tenis e outra de gêneros alimentícios. Essa grana toda subiu na sua cabeça. Passou a se considerar o dono da cocada preta. O dono da bola e do campo. O dono de tudo. Deve acordar pensando que nunca mais niguém vai mandar nele. Nem técnico, nem diretor de clube, nem niguém. Eu sou o maior. Se alguém tiver que sair da minha área, são eles, porque eu fico. Mano Menezes, técnico da seleção, não convocou o Neymar. Falou certo ao dizer que só convoca jogador pelo que ele faz em campo, e nao por causa da sua conta bancária. Neymar outro dia xingou todo mundo na frente de todo mundo. As vítimas foram o técnico Dorival Jr que colaborou muito na subida da carreira de Neymar, e todos os que estavam ao redor do novo milionário do futebol. O santos colocou o Dorival na rua, com uma justificativa esfarrapada. Neymar deve pedir a saída de Mano Menezes da seleção. E está estudando qual será o novo técnico do Santos. O Neymar é o novo cara do Brasil. Ou será a cara do Brasil?"

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO em 24 setembro 2010

NEYMAR - CONTRATO COM A SEARA

Dupla de meninos do Santos irá estrelar comerciais da Seara [Foto: Agência Lance]

As boas fases dos santistas Paulo Henrique Ganso e Neymar animaram a Seara a ampliar o investimento no futebol. Os dois jogadores fecharam contrato de patrocínio e vão estrelar comerciais da empresa do ramo alimentício.

Segundo o Terra apurou, uma viagem à fábrica da empresa, localizada na cidade catarinense chamada Seara, já está em fase de agendamento e se cogita que o acerto possa ser um indício da convocação de ambos para a Copa do Mundo.

O investimento da Seara no futebol em 2010 é uma novidade. Inicialmente patrocinadora de ocasião do Santos, a empresa posteriormente adquiriu as propriedades do peito e da manga da camisa santista, além de ser uma das marcas a bancar o salário de Robinho, estimado em R$ 1 milhão mensais.

Na última semana, a Seara também confirmou patrocínio da Seleção Brasileira, em um contrato que vai até 2014 e dá US$ 4 milhões (cerca de R$ 7 milhões) anuais para a CBF.

Em seguida, a empresa ainda acertou parceria com a Fifa e também patrocinará a Copa do Mundo de 2010 por US$ 100 milhões (R$ 174 milhões). Além da Seara, a única representante brasileira na África do Sul será a Ambev.

Os acertos com Paulo Henrique Ganso e Neymar, que também têm contrato com a Nike, se dão cerca de uma semana após a apresentação do acordo com a CBF. Isso é tratado dentro do Santos como um novo sinal de que ambos os jogadores possam estar na lista que Dunga anunciará no próximo dia 11 de maio para a África do Sul.

A assessoria de imprensa dos jogadores reconheceu a negociação, mas não confirmou oficialmente o acerto em contato com o Terra.

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

A DESGRAÇA DA CORRUPÇÃO


Videoclipe da Impunidade: Se ela dança eu danço ... Eu já tô é querendo pagar pra ver onde isso vai terminar: uma quadrilha domina o poder; não existe oposição política, todos são farinha do mesmo saco; o Chefe da quadrilha desfila em mentiras diárias enquanto por baixo dos panos manipula o Poder para que tudo continue como está; o Judiciário está desfacelado e completamente desacreditato por somente punir pobres enquanto distribui toneladas de benefícios para os colarinhos brancos; a PF está subordinada a um Ministro da Justiça que se envolve com quem deveria investigar e punir; 77% dos municípios brasileiros estão atolados na corrupção; os criminosos presos são capazes de levar pânico para as ruas e ainda são agradados com mimos do Estado, que prefere colocar a culpa em um aparelho de comunicação em massa e deixar tudo por isso mesmo; a Polícia, acuada e sem nenhum apoio do cidadão honesto que sofre em suas mãos todos os dias, sai matando indiscriminadamente quem se coloca em seu caminho; as cidades do interior, antes aclamadas como últimos redutos de Paz, agora sofrem dos mesmos males das grandes capitais... e por aí vai. Um aviso aos que fazem parte e/ou defendem estes criminosos de hoje e ontem: A anarquia que vocês estão fomentando será sua própria desgraça. [StudioZ | 28 de maio de 2006] Créditos no vídeo

Comentário sobre a notícia em 22 de setembro de 2010:

"A roubalheira que tomou conta do Brasil só existe porque nenhum ladrão vai para a cadeia. Todos está livres. Os corruptos do legislativo são julgados e absolvidos pelos colegas. Todos os ladrões e assassinos de colarinho branco no Brasil se protegem nas leis brasileiras que foram feitas na medida para que nenhum marginal seja condenado. Para que isto aconteça basta que os juizes alicercem suas sentenças na ambiguidade das leis, e não sejam influenciados por qualquer tipo de sentimento ético, moral ou cívico que possa afetar o cumprimento da lei destinada a acolher na sua ambiguidade a impunidade para os desonestos.
Como esperar honestidade do cidadão num país onde a impunidade, a frieza e o desprezo dos políticos pelos princípios éticos e morais é manchete diária na imprensa ? É revoltante assistir ao discurso oportunista de deputados, senadores e vereadores que nunca fizeram uma única lei visando realmente a formação de cidadãos dignos, sejam eles pobres ou ricos. Todas as leis que surgem no Congresso Nacional, ou em qualquer Assembleia Legislativa no Brasil, são mal intencionadas e ambíguas. Todos sabem que as leis brasileiras fazem parte de um jogo de cartas marcadas. São leis destinadas a manter longe da cadeia os criminosos que podem pagar os grandes escritórios de advocacia, feitas na medida para proteger os que cooperam com o sistema eleitoral dos oportunistas. Essa impunidade legal, revoltante e escancarada, articulada nos subterrâneos da democracia, é o monstrengo jurídico que orienta o judiciário. Vamos tentar buscar um meio de acabar com a total falta de vergonha que tomou conta de grande parte dos nossos congressistas. Vamos acabar com eles, não com a democracia. Vamos lutar e protestar. Vamos gritar. Vamos às ruas. Vamos coloca-los de lá para fora. Vamos fazer de tudo para acabar com a impunidade que tomou conta da nação. Vamos colocar na lista negra o nome dos parlamentares corporativistas que transformaram o Congresso Nacional na matriz da falta de vergonha nacional. Vamos lutar contra tudo isso, mas vamos continuar a votar, até acertar."


WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

O GLOBO - 22/09/2010
Peso da corrupção
Panorama Econômico - Míriam Leitão
Agencia o Globo
É evidente que houve um aumento da corrupção no governo. Houve um momento em que era comum dizer que o rigor da apuração dava a impressão de mais corrupção. Agora, é difícil esconder. O caso Erenice traz sinais inquietantes. Um deles é a sem-cerimônia com que uma família no coração do governo se espalhou em lobbies, nepotismo, conflitos de interesse.[...]

[LEIA MAIS...]

BRASIL, UM PAIS SEM OPOSIÇÃO


Brasileiro merece o que tem... Extrapole isso para a política petista como um todo e entenda que as idéias são fundamentadas dependendo se você é a oposição ou a situação. Nenhuma política brasileira presta mesmo, isso aqui é terra de ninguém, mas te enganar assim merece ao menos um protesto. Brasileiro médio é massa de manobra mesmo e não compreende que somos mau administrados, ou a Índia, que tem um índice de anafalbetismo 3 vezes maior que o nosso, está bem a nossa frente a tôa? O brasileiro médio não entende de economia e muito menos de política. Além de ser portador de amnésia eleitoral, merece o que tem. Você acha mesmo que a classe média brasileira aumentou ou foram os novos critérios para definir a mesma que insultam a nossa inteligência: Classe Média Brasileira agora, quem ganha entre 600,00 e 2.500,00 reais (detalhe, Cesta Básica Brasileira - arroz, feijão, milho - custa em média 200,00 reais! Hahaha!!! Cadê o salmão do temaki da classe média?!!). Como comparação, a pobreza extrema aumentou no EUA com a recessão (Pobreza Extrema Americana, quem ganha 11.000,00 por ano). E todos os nossos produtos eletroeletrônicos (celular, televisão, notebook...) são refurbisheds (aportuguesando o termo). O brasileiro médio não sabe o que é "refurbished", muito menos o petista médio, que se tivesse vergonha na cara mudava de partido e apoiava o PSOL (não é o meu partido! Hahaha!!!). Último detalhe, o argentinos pagam pela gasolina comum deles (equivalente a nossa premium em termos de pureza) 1 real e 50 centavos (2 pesos o litro), o brasileiro médio paga %#@@?! pela gasolina comum metade alcool. O brasileiro médio deveria era ter vergonha na cara... [vonSucro | 8 de outubro de 2010]

Comentário sobre a notícia em

"A maioria dos senadores, deputados e políticos dos partidos que supostamente são contra o governo Lula nunca foi oposição de nada. Oposição para eles sempre foi uma agregação vantajosa ao executivo. Conforme diria Leonel Brizola, são todos "filhotes do poder". Depois da eleição do Lula em 2002 eles descobriram que teriam que ser oposição, e representar os anseios políticos de uma eventual minoria. A oposição atual está dominada por velhos caciques que não inspiram a mínima confiança ao eleitor que faz oposição ao lulismo. Diante deste quadro, triste e melancólico, o brasileiro prefere ficar com quem está no poder. Seria bom para o Brasil que surgisse na Câmara e no Senado, um movimento de rebelião entre os parlamentares que são contra a máquina petista que domina o governo, mas nada podem fazer porque estão com os seus direitos de agir cerceados pelas velhas oligarquias que dominam a falsa "oposição" no Congresso Nacional. A reforma política que deverá ser feita nesse país terá que começar pela mudança do comportamento dos oposicionistas que transformaram o parlamento num balcão de negócios."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

O GLOBO - 21/09/2010
A democracia de Lula
Merval Pereira - Merval Pereira
Agencia o Globo

Dando como liquidada a fatura eleitoral, com a eleição de sua candidata no primeiro turno, o presidente Lula resolveu soltar seus cachorros para cima dos que ainda resistem ao que pretende ser uma razia às hostes inimigas: os meios de comunicação e os partidos oposicionistas que têm a ousadia de andar elegendo senadores e governadores em alguns estados pelo país.[...]

[LEIA MAIS...]


Publicado no O DIA em 22 de setembro de 2010


Publicado no DIARIO DE NATAL, RN, em 02 de outubro de 2010

CENSURA A IMPRENSA


Arnaldo Jabor - comentario proibido pelo TSE - 10/10/2006
Ministro do TSE determina que rádio CBN retire da página na internet comentário de Arnaldo Jabor contrário à lei eleitoral [13 de Outubro de 2006 - 12h52] O ministro Ari Pargendler, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), determinou, liminarmente, a retirada da página da rádio CBN na internet, e das páginas de todas as suas afiliadas, do comentário do colunista Arnaldo Jabor feito às 8h05 do último dia 10 de outubro. A rádio CBN foi notificada da decisão, por fax, nessa quinta-feira (12). "O comentário impugnado na petição inicial pode ter contrariado a legislação eleitoral. Como medida de natureza cautelar, determino liminarmente sua retirada "da página da Representada na rede mundial de computadores e de todas as suas afiliadas" (fl. 06). Comunique-se. Intimem-se", determinou o ministro Ari Pargendler, na decisão proferida nessa quinta-feira. Na Representação (RP) 1256, a coligação A Força do Povo (PT-PRB-PCdoB), que apóia a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, argumentou que o comentário de Arnaldo Jabor teria emitido opinião favorável ao candidato Geraldo Alckmin e negativa ao atual presidente da República. [ricba7 | 22 de outubro de 2006]

Comentário sobre a notícia em 20 de setembro de 2010:

"Tempos atrás, quando o presidente Lula começou a falar em denuncismo, as pessoas perceberam que existia alguma coisa no ar, muito além da honra pessoal dos cidadãos. A criação de uma autarquia chamada de Conselho Federal de Jornalismo, que desde 1996 estava sendo planejada, voltava ao cardápio das autoridades de Brasilia. Como sempre, esses monstrengos que falam em orientar, disciplinar e fiscalizar a imprensa, não passam de órgãos criados exclusivamente para impedir que o público tome conhecimento das irregularidades que acontecem nas administrações governamentais. Na época, todos sabiam que o desejo principal do governo Lula era censurar toda a imprensa brasileira fiscalizando e orientando as suas reportagens. Os defensores desta fiscalização absurda alegavam que o monstrengo ditatorial a ser criado teria o intuito de resguardar a privacidade e a honra do cidadão. Mas todo ano surge uma nova tentativa para censurar a imprensa. Parece que existe dentro do governo um orgão secreto encarregado de estimular a criação de projetos que possibilitem o controle da mídia no Brasil. Depois da discussão sobre a liberdade de imprensa na Conferência Nacional de Comunicação (Confecom) e da absurda censura proposta no Programa Nacional de Direitos Humanos, o governo, usando a 2a Conferência Nacional de Cultura, fez outra investida para estabelecer o controle social dos meios de comunicação. Não deu certo, mas os amantes da censura continuam tentando. Outro dia, o chefe do mensalão, ex-deputado José Dirceu, anunciou que irá controlar a imprensa quando a Dilma estiver no poder. No sabado, 18 de setembro, durante comício eleitoral da sua candidata Dilma Rousseff, em Campinas, o presidente da República disse que a imprensa não devia ter denunciado o tráfico de influencia que era realizado por funcionários, amigos e familiares da ministra da casa Civil, Erenice Guerra. O desejo principal dos aprendizes de ditador que estão ocupando o poder no Brasil é determinar um pensamento único para a sociedade brasileira, que ficará completamente alienada da realidade, e sempre se imaginará vivendo no melhor dos mundos. Lula falou em alto e bom som que ele é a opinião pública. "

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ



ENTIDADES REAGEM A ATAQUES DE LULA
20 / 9 / 2010
OAB, ANJ e Abert manifestam-se sobre as declarações de Lula contra a imprensa, feitas no sábado, 18 de setembro, durante comício de Dilma Rousseff. Confira a matéria publicada no “Estado de S. Paulo”, com a íntegra da nota divulgada pelas entidades:
“O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcanti, definiu ontem como “um desserviço à Constituição e ao Brasil” as críticas feitas à imprensa pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no sábado, durante comício eleitoral de sua candidata, Dilma Rousseff, em Campinas. Além da OAB, várias outras entidades de defesa da liberdade de imprensa se manifestaram contra o discurso feito pelo presidente.

[LEIA MAIS...]

OPINIÃO & NOTICIA - 14/09/2010
Esforço
Governo realiza ações para blindar Dilma de denúncias na Casa Civil
Além de várias notas oficiais, o Governo providenciou a exoneração de um funcionário da Casa Civil

[LEIA MAIS...]

OPINIÃO & NOTICIA - 20/09/2010
Corrupção
Cai diretor dos Correios ligado ao caso Israel Guerra
Coronel Eduardo Artur Rodrigues Silva era testa de ferro do dono da MTA, contratista dos Correios favorecido pelo filho de Erenice Guerra

[LEIA MAIS ...]

PODEROSAS E PODEROSOS


Mais uma vez, Arnaldo Jabor, resume brilhantemente o quadro político composto pela "ideologia" governista atual, que se esquiva dos fatos e verdades e põe descaradamente a culpa de suas canalhices, na imprensa e na oposição. A Casa Civil hoje é a Casa da Mãe Joana! Felizmente ainda temos algumas pessoas, com coragem suficiente, para mostrar um pouco da verdade que arde em muitos ouvidos coniventes à bandalheira. {wenderbarbosa de 16 de setembro de 2010 }

Comentário sobre a notícia em 17 de setembro de 2010:

"O brasileiro tem péssima memória. Tempos atrás surgiram histórias incríveis sobre bisbilhotagem na vida financeira do pessoal da atual oposição. Naquela época, um petista soprou para outro petista, que alguém deveria bisbilhotar o que alguém do governo Fernando Henrique andou gastando com os cartões corporativos da Presidência. O alvo principal foi Dona Ruth Cardoso e seus assessores. Escolheram uma especialista em bisbilhotagem que deveria pinçar com bastante agudeza os detalhes mais chamativos de todos os gastos que começaram em 1998. A autoria da primeira versão pública dessa história foi parar no curriculum da então ministra, Dilma Rousseff, que afirmou ser tudo invenção da oposição. Entretanto, como a espionagem foi promovida a escândalo público, a secretária-executiva e fiel escudeira da ministra, Erenice Guerra, confessou ter armado toda a bisbilhotagem por conta própria, sem o conhecimento da chefe Dilma. Em terras brasileiras, a corrupção é transferida de pai para filho, de amigo para amigo. No executivo, os testas de ferro começam a vida pública como assessores do parente ou amigo nomeado. É a primeira blindagem que o nomeado para algum cargo faz para defender a segurança do seu espaço. A ministra Erenice Guerra usou os filhos na sua blindagem. Os escolhidos pela ministra tinham a mais absoluta certeza que poderiam fazer de tudo nos bastidores do Palacio do Planalto. Se achavam intocáveis. Semi-deuses que poderiam dormir em berço esplendido na sombra do poder da mãe. Se deram muito mal. Na eleição, por exemplo, um senador faz campanha e puxa votos para o resto da familia na eleição de vereador, deputado estadual, federal, prefeito. Surge uma quadrilha eleita pelo povo. Diante da liberdade que os eleitos tem para fazer falcatruas, e da escandalosa impunidade que os ladrões de colarinho branco gozam no Brasil, os corruptos não tomam o mínimo cuidado nas suas ações. O roubo é realizado sem nenhum pudor. Roubar dinheiro público se transformou num ato natural de audácia e sabedoria. Manter toda esta roubalheira como segredo de Estado é uma das razões porque o chefe do mensalão, Josè Dirceu, disse que vai "controlar a liberdade" da Imprensa no governo da Dilma, caso ela seja eleita. O povo deveria exigir uma lei que permitisse a instalação de câmeras com som em todos os órgãos públicos, dentro de todos os aposentos do Congresso Nacional, em todas as Assembeias Legislativas, no Judiciário, nas dependências do Palácio do Planalto, e nas sedes dos governos estaduais e municipais, onde todos deveriam andar com um microfone na lapela. Todas as conversas telefônicas seriam ouvidas. A vida de todos seria devassada e teríamos uma verdadeira democracia. O povo deveria sair as ruas e exigir: "Queremos liberdade para bisbilhotar, já!"

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

Do G1, em Brasília - 16/09/2010
Ministra Erenice Guerra deixa o governo
Porta-voz leu carta de demissão da ministra no Palácio do Planalto.
Filho da ministra é acusado de tráfico de influência na Casa Civil.

[LEIA MAIS ... ]


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO em 19 de setembro de 2010


Publicado no JORNAL DO COMERCIO, PE, em 16 de setembro de 2010

PUXADORES DE VOTO


Honoráveis Bandidos e Puxadores de voto de uma triste era política no Brasil

Comentário sobre a notícia em 14 de setembro de 2010:

"Olha o Tiririca e o Maluf aí, minha gente ! Nesta eleição de 2010 foi lançada oficialmente em São Paulo a figura do "puxador de voto". Não estou falando de puxador de samba não, minha gente. É puxador de voto mesmo. O puxador da escola de samba X-9 Paulistana, tinha o seguinhte grito de guerra "Canta X, canta X, canta X-9". No Rio, o famoso puxador de samba, Neguinho da Beija-Flor, gritava o famoso "Olha a Beija-Flor aí gente". Os puxadores de voto, Tiririca e Maluf, devem devem eleger vários deputados. Com as sobras dos votos do Tiririca devem ser eleitos uns cinco deputados federais inscritos pelo Partido Republicano e na coligação "Juntos Por São Paulo". Tiririca quer ser eleito deputado Federal para saber o que um deputado faz. Eleito, promete dizer ao seus eleitores o que faz um deputado. O seu slogan é: Tiririca, pior que tá não fica ! Ja a turma que o Maluf carrega no palanque eleitoral do partido Progressista, está mais para dança de quadrilha do que escola de samba. E para que ninguém se esqueça do número desses dois puxadores de votos, o TRE-SP caprichou: Tiririca é 2222 e Maluf é 1111. Na quarta-feira das cinzas eleitorais, o Brasil deverá chorar lágrimas de esguicho na sargeta dos votos, conforme diria o escritor Nelson Rodrigues, se vivo fosse."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


FOLHA DE SÃO PAULO
31/08/2010
Saiba quem você pode acabar elegendo ao votar no palhaço Tiririca
DIÓGENES MUNIZ
A exemplo de Paulo Maluf (PP), Tiririca é o "puxador de votos" de seu partido, o PR. Ambos ganharam espaços de destaque na TV e números de fácil assimilação (1111, para o candidato considerado 'ficha suja' pelo TRE-SP, e 2222, para o palhaço). A ideia é que uma votação expressiva ajude seus respectivos partidos a levarem outros correligionários para Brasília. [...]

[LEIA MAIS ...]


Publicado no JORNAL DO COMERCIO, PE, em 19 setembro de 2010

O ESGOTO EM BAIXA



StraightToHell666 -15 de março de 2007

The band Esgoto
Injustiça Social
At Sabbath Rock Bar - Guaianases/SP
Brasil
StraightToHell

Injustiça Social
Composição: Ledis

Olhe pro menino
Sem camisa e descalço
Que chora por comida
Que te pede um trocado

Olhe pro menino
Que não tem onde morar
Não tem pra onde ir
E não tem onde ficar

Olhe em seus olhos
Sinta o ódio animal
A revolta que ele sente
Da injustiça social

Injustiça social (4x)

11/03/2007


Comentário sobre a notícia em 09 de setembro de 2010:

"O brasileiro tem que saber perceber o que pode estar por trás das entrelinhas de tudo o que lê e ouve. Ao ler a noticia de que o esgoto está em baixa e o consumo em alta, começo a lembrar de certas coisas que acontecem muito por aqui, tais como: se você for na prefeitura de sua cidade, descobrirá que ruas nunca asfaltadas lá estão como asfaltadas e recapeadas varias vezes. Isto acontece de norte a sul do Brasil. A Pnad constatou que 40% dos lares brasileiros não tem saneamento básico. Outra vez temos que focar bem as entrelinhas desta notícia: se a pesquisa foi feita olhando rua por rua, deverá estar certa. Mas se os dados foram colhidos nas secretarias de obras estaduais ou municipais, podemos ter certeza que, no mínimo, 60% dos lares brasileiros não tem saneamento básico. Nas entrelinhas desta notícia consigo imaginar a resposta que o presidente Lula daria para algum jornalista que pedisse a sua opinião sobre o assunto: "A grande verdade é que eu prefiro que o povo cague mal, mas coma bem". "

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ)


Publicado no JORNAL DO BRASIL em 10 de setembro de 2010


Publicado na GAZETA DO POVO em 10 de setembro de 2010


Publicado no JORNAL METRO, SP, em 10 de setembro de 2010

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A justiça vai fazer a 'reforma tributária'


A candidata do PV à Presidência, Marina Silva, afirmou que está estudando com advogados a possibilidade de realizar uma constituinte exclusiva para "as grandes reformas que o Brasil necessita", entre elas a reforma tributária. [band - 22 de setembro de 2010 ]

Comentário sobre a notícia em 11 de setembro de 2010

"Diáriamente o brasileiro toma conhecimento de um ou mais casos de impunidade. Os ladrões de colarinho branco parecem ter leis feitas especialmente para que nenhum deles vá para na cadeia. O nosso poder Legislativo caprichou na elaboração e votação de leis ambíguas. Amparados na mesma lei, um juiz prende e o outro pode soltar. Desde 1988, o Congresso Nacional não consegue fazer a 'reforma tributária'. O brasileiro paga 40% de impostos. Uma verdadeira cascata de impostos. O jeito de se tributar no Brasil é único em todo o mundo. O falecido ACM dizia que 40% da receita do país era destinada a corrupção. Faz sentido porque somos obrigados a pagar tanto imposto e porque não fazem a reforma tributária. No fim deste mes de setembro o Supremo Tribunal Federal vai retomar um julgamento que pode forçar os nossos legisladores a fazerem a reforma tributária a toque de caixa. Se a União perder terá de devolver as empresas a Cofins recolhida a mais, porque foi calculada em cima do ICMS. A principio terá de devolver R$ 12 bilhões por ano. E isto é só uma parte da história. No pais da impunidade o Supremo Tribunal Federal resolveu fazer a 'reforma tributária'. A justiça acordou, Seja bem-vinda ao nosso dia-a-dia. "

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

O Estado de S. Paulo - 08/09/2010
Sentença do STF pode fazer 'reforma tributária'
STF pode fazer "reforma tributária"e obrigar a União a devolver R$ 60 bi
Lu Aiko Otta

O Supremo Tribunal Federal deve reto­mar no fim do mês julgamento que pode mudar todo o sistema tributário nacional. Uma decisão desfavorável ao governo provocaria perda de R$ 12 bilhões por ano e poderia modificar a forma como vários impostos são cobrados no País. No limite, o julgamento no STF pode desencadear a reforma do ICMS. A discussão é se, ao calcular a Cofins, cobrada sobre o faturamento das empresas, deve-se ou não descontar ICMS. Hoje, não é descontado.

[LEIA MAIS ...]


Publicado no DIARIO DO GRANDE ABC em 11 de setembro de 2010


Publicado no JORNAL DA CIDADE, Bauru, em 10 de setembro de 2010

O ELEITOR ELETRÔNICO


Matéria exibida no Jornal da Globo do dia 11/09/09. - O Tribunal Superior Eleitoral resolveu desafiar hackers, e oferece até prêmios, para quem conseguir burlar o sistema de segurança das urnas eletrônicas. [marcoaureliocardoso - 16 de setembro de 2009]

Comentário sobre a notícia em 01 de setembro de 2010:

"No universo do chamado Horário Eleitoral Gratuito, estamos assistindo o maior desfile de mentiras do mundo. Os personagens que aparecem na televisão e no rádio juramm que jamais praticaram qualquer ato ilícito. Expressões firmes tomam conta de suas faces, ficam vermelhos, suam, gesticulam raivosamente em nome da honra e do bem social. Sorriem rapidamente à vista de todos. Este "fast truque" eletrônico continua sendo o preferido dos políticos no horário eleitoral, pois não existe nada melhor para tocar o coração do eleitor do que a rapidez eletrônica da farsa emocional. Neste balaio de gatos relâmpagos em que se transformou o horário eleitoral gratuito, o eleitor procura alguma coisa que preste. Fica zonzo. Náo entende nada. No final das contas, ele vai perceber que aconteça o que acontecer, mesmo sem querer, acabará trocando uma dentadura por uma escola pública."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ


Publicado no JORNAL DO COMERCIO, PE, em 03 de setembro de 2010

O GOVERNO BISBILHOTA A VIDA ALHEIA


"Veio bisbilhotar a minha vida?" (paulohs2)

Comentário sobre a notícia em 03 de setembro de 2010:

"Fraudes a granel na Receita Federal. Aqui em terras brasileiras, qualquer malandro com dinheiro e prestígio pode bisblilhotar a vida financeira alheia. Como estas informaçoes estão guardadas por gente do governo, isto só pode acontecer se o bisbilhotado não for ligado ao governo. A bisbilhotada da vez é Veronica Serra, filha do candidato da oposição, José Serra. Primeiro, os chefes da Receita Federal disseram que a bisbilhotagem tinha sido uma pesquisa legal. Depois admitiram que a coisa tinha sido ilegal. E agora estão investigando. Daqui algum tempo, todo mundo já esqueceu e não se fala mais nisso. O brasileiro tem uma péssima memória, pois exatamente a um ano atrás surgiram histórias incríveis sobre bisbilhotagem na vida fincanceira do pessoal da oposição. Naquela época, alguém soprou para outro alguém, que deveria ser fuçado o que alguém do governo FHC andou gastando com os cartões corporativos da presidência. Escolheram uma especialista em bisbilhotagem, para pinçar com bastante agudeza os detalhes mais chamativos de toda a gastança que começou em 1998. Na primeira versão pública desta historia, a Ministra-Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse que tudo era pura invenção da oposição. Entretanto, a secretária-executiva da ministra, Erenice Guerra, confessou que armou o negócio por conta própria. Os escãndalos no Brasil são diversificados. Podem acontecer na Terra, na Água, ou no Ar. Na época, a ex-diretora da Anac, Denise Abreu, também aterrisou na pista escorregadia da Casa Civil do governo Lula, onde a candidata Dilma Rousseff mantém seu escritório eleitoral, sempre assessorada pela fiel escudeira, Erenice Guerra. Denise Abreu touxe na bagagem a história de uma negociata que aconteceu por ocasião da venda da Variglog. Dilma também disse que era tudo mentira. Tempos depois, a ex-secretária da Receita Federal Lina Maria Vieira reafirmou em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, que se reuniu com a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, no final de 2008, quando lhe foi pedido para "agilizar" a fiscalização sobre o filho de Sarney, É "incabível", declarou. Dilma nega tudo, como sempre. Assim sendo, bisbilhotar não é uma palavra estranha ao atual governo, nem aos seus candidatos. O povo deveria exigir que fosse votada uma lei que colocasse câmeras com som em todos os orgãos públicos, gabinetes, ante-salas, em todos os lugares, e dentro de todos os aposentos do Congresso Nacional, em todas as Assembeias Legislativas, no judiciário, nas dependencias do Palacio do Planalto, e nas sedes dos governos estaduais e municipais, onde todos deveriam andar com um microfone na lapela. Todas as conversas telefônicas seriam ouvidas. Tudo seria filmado e gravado. Todos teriam a vida devassada. Nada de segredos. Desta forma teriamos uma verdadeira democracia."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

ESTADO DE SÃO PAULO
Areia nos olhos do público
31/08/2010
EDITORIAL
A Receita Federal é um curioso organismo. Trata com implacável rigor o contribuinte, tido por definição como um sonegador em potencial a quem incumbe provar, obedecendo a exigências não raro bizantinas, que está com a sua vida fiscal em ordem. Ao mesmo tempo, para se autoconceder um atestado de inocência política, não se vexa de alegar que o vazamento das declarações de renda de pessoas ligadas ao candidato presidencial do PSDB, José Serra, se explicaria pelos indícios de existência de "um balcão de compra e venda de dados sigilosos", na delegacia do Fisco em Mauá, na Grande São Paulo, com vítimas a granel.[...]

[LEIA MAIS ...]

SERRA FOI ABANDONADO A PRÓRIA SORTE



Comentário sobre a notícia em 01 de setembro de 2010:

"Há muito tempo os donos do PSDB e DEM começaram a se afastar do candidato José Serra. Nos bastidores eles retiraram o outro candidato do PSDB, Aécio Neves, da disputa presidencial, fazendo com que o mesmo disputasse uma vaga no senado. As grandes e eternas raposas da oposição, Fernando Henrique, PSDB, e Jorge Bornhausen, DEM, ja percebiam que qualquer candidato do governo seria imbativel, pois iria contar com o apoio eleitoral da popularidade de Lula, e de toda a máquina do Estado. Diante do fato consumado, a oposição chegou a conclusão de que para sobreviver teria que fazer maioria no Senado para poder atrapalhar alguns interesses do PT e do PMDB. Na verdade, com o histórico que temos de alguns supostos oposicionistas, o grande interesse deles é negociar cargos e verbas em troca de apoio no Congresso Nacional. O próprio Geraldo Alckmin (PSDB), no lançamento da sua candidatura ao governo paulista, em junho de 2010, já dava o sinal de que Serra não deveria contar com o apoio dos caciques da oposição, ao dizer que o mesmo deveria andar com as próprias pernas e não precisava de garupa para se eleger. José Serra foi abandonado a própria sorte. Se ele quiser mudar o seu destino político na eleição de 2014, terá que renunciar já, e contar ao eleitor tudo o que está acontecendo nos bastidores desta falsa oposição."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

OPINIÃO & NOTICIA
Por que Serra vai perder para Dilma?
E se eu me empolgasse e virasse o jogo dizendo que não acredito numa vitória da Dilma?
Artigo de Claudio Schamis - 25/08/2010
Se eu fosse estudante e tivesse prestando prova pro ENEM entraria em desespero total. Vai saber se o cara da banca é petista? E se eu me empolgasse e virasse a mesa dizendo que não acredito numa vitória da Dilma? Será que eu passava? Ou iam alegar que minha redação fugiu do tema proposto? Mas o que é isto? E a liberdade de expressão? Será que nem na redação posso exercer meu papel de cidadão e expressar o que estou sentindo? Poxa, eleitor tem coração! Eleitor sofre, chora. Eleitor vota...

[LEIA MAIS...]


Publicado no O GLOBO em 06 de setembro de 2010


Publicado no DIARIO DE SÃO PAULO em 07 de setembro de 2010

CENSURA AO RADIO E A TV



Comentário sobre a notícia em

"O Legislativo sempre fez de tudo para culpar a imprensa pela imagem negativa junto à opiniao pública. Assim sendo, chegamos a conclusão de que os parlamentares são contra a divulgação dos escândalos que surgem quase que diáriamente na Câmara e no Senado. A mania sempre foi a de inverter as coisas, colocando o criminoso no lugar da vítima. Atualmente, os parlamentares decidiram ativar nos bastidores a aplicação Lei Eleitoral (9.504). Esta lei existe desde 1997, e não trata apenas dos programas de humor, mas sim, de todos os programas transmitidos pelo rádio e pela TV. Quem faz as leis é o Legislativo, enquanto a Justiça está encarregada de faze-las cumprir. Logo, os culpados por esta lei de censura ao Rádio e a TV, são os parlamentares. Quando são entrevistados eles acham a censura à imprensa uma coisa terrível. No entanto, sempre que a opinião pública não se revolta, eles votam leis que possam censurar qualquer denuncia contra a classe política, seja em forma de humor ou não. Se continarmos a dormir em berço esplendido, em breve teremos censura em todos os assuntos que são divulgados pelos meios de comunicação. O desejo principal dos aprendizes de ditador que dominam o Legislativo e o Executivo, é determinar um pensamento único para a sociedade brasileira, que ficará completamente alienada da realidade, e se imaginará vivendo no melhor dos mundos."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

ESTADO DE SÃO PAULO
Humoristas protestam contra censura a piadas com políticos
Lei Eleitoral prevê multa de até R$ 100 mil a programas que 'degradem ou ridicularizem candidato, partido político ou coligação'
22 de agosto de 2010
Patrícia Villalba

[LEIA MAIS...]

ASSASSINO CONFESSO, LIVRE HÁ 10 ANOS


Pimenta Neves, o assassino, livre há 10 anos, na sombra e água fresca ... a jutiça no Brasil só funciona para "os sem dinheiro" ...

Comentário sobre a notícia em 20 de agosto de 2010:

"O jornalista Antônio Marcos Pimenta Neves, assassino confesso da jornalista Sandra Gomide, em quem desferiiu um tiro no ouvido e outro nas costas, em 20 de agosto de 2000, continua em liberdade. Atitudes como esta enxovalham a justiça no Brasil. A paixão é um sentimento forte, livre e profundo. Um afeto violento e egoista, só é paixão no dicionário dos incompetentes, mal intencionados e ignorantes, que usam a coação física ou moral, na tentativa de obter o amor do outro. Creio ser este o caso do assassino Antonio Pimenta Neves. Ele retirou da sua memória algo muito importante, que pela própria profissão que exercia, jamais deveria ter esquecido: 'onde não existe liberdade, não pode florescer nada'. Principalmente o Amor."

WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ

Dez anos de impunidade
'Acho que vou morrer sem ver Pimenta preso'
Autor(es): Agencia o Globo/Tatiana Farah
O Globo - 20/08/2010
Há dez anos, completados hoje, o jornalista Pimenta Neves matou com dois tiros, um deles pelas costas, a exnamorada Sandra Gomide.

[LEIA MAIS...]

Publicado no O GLOBO, em 21 de agosto de 2010


Publicado no ESTADO DE SÃO PAULO, em 21 de agosto de 2010


Publicado no JORNAL DO BRASIL, em 24 de agosto de 2010