.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

AS PERDAS NO SETOR AÉREO



VIDEO : 1996 Varig Commercial

Comentário sobre a notícia:

Há mais ou menos uns 10 anos atrás, quando eu via no Aeroporto Tom Jobim, no Rio, os enormes e luxuosos balcões da American e da United Airlines, completamente vazios de passageiros, mas com muitos funcionários sem ter a quem atender, eu ficava sem entender o porque daquilo.

Os balcões da VARIG estavam sempre superlotados. Eu forçava o raciocínio e ficava a meditar no porque os americanos estariam investindo tanto dinheiro naquele aeroporto.

Tempos depois a VARIG faliu, e os balcões das empresas americanas ficaram lotados. Nos dias de hoje eu tenho absoluta certeza que os americanos sabiam que aquilo iria acontecer. Investiram no prejuizo durante um bom tempo.

Diante disso, algumas perguntas me passam pela cabeça:

'Será que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) também não sabia que a VARIG iria falir?'

É lógico que sabia, e por agluma razão muito conveniente não tomaram nenhuma providência. Eles sabiam que as empresas americanas, e europeias, estavam prontinhas para servirem aos passageiros brasileiros.

Agora é só esperar a GOL e a TAM fecharem as portas para que o mercado doméstico aéreo fique nas mãos das companhias americanas.

Os céus do Brasil serão a salvação da aviação comercial dos Estados Unidos, e do resto do mundo.


WILSON GORDON PARKER
wgparker@oi.com.br
Nova Friburgo (RJ)

*

ESTADO DE SÃO PULO de 05 de maioo de 2008

CLIQUE AQUI para ler sobre ... As perdas no setor aéreo

1 Comentários:

Postar um comentário

<< Home